in

27 fatos sobre a vida na Coreia do Sul que deixam o país ainda mais surpreendente e atrativo

A Coreia do Sul, é um país da Ásia Oriental, localizado na parte sul da Península da Coreia é um país vibrante e com uma cultura muito rica. No entanto, devido à longa distância até o Brasil, poucos de nós, brasileiros, já visitaram esse país ou conhecem à fundo suas peculiaridades.
Em 2019, a Coréia do Sul ficou em 1º lugar no ranking das economias mais inovadoras do mundo, passando Cingapura, Estados Unidos e até Japão. Os turistas que já visitaram esse país podem garantir que o estilo de vida coreano é completamente diferente de outras culturas: ele pode surpreender, deixando algumas pessoas assustadas e outras completamente admiradas.
Pensando nisso nossa equipe de redação do site X4T, selecionou uma lista contendo algumas características da vida cotidiana e cultural da Coreia do Sul. Vale a pena conferir a lista completa abaixo!

1. Esqueci minha carteira em um caixa eletrônico. Quando percebi e corri de volta, ela permanecia intocada no mesmo lugar. Os coreanos são muito honestos.

Foto: Reprodução/Brightside

2. Estão repintando alguns edifícios, por isso os pintores cobriram todos os carros de um estacionamento próximo com plásticos protetores para evitar que pingos de tinta os atingissem.

Foto: Reprodução/Brightside

3. Este cômodo ideal para as necessidades dos pais e de seus bebês está localizado em um shopping.
Nele há uma cozinha com uma chaleira, geladeira e até micro-ondas. Fora isso, há uma sala com berços e cadeiras. Com esse nível de atenção ao consumidor, ser um papai ou mamãe de primeira viagem é, com certeza, muito mais fácil


Foto: Reprodução/Brightside

4. Conheça o Sobici (“serviço”, em tradução livre) — palavra em coreano que indica um pequeno bônus ou brinde recebido ao efetuar compras.
Em lojas de cosméticos é muito comum o cliente receber diversas amostras grátis. Já em restaurantes, é normal ganhar entradas grátis enquanto se espera o prato principal. E é possível pedir para que tragam mais porções. Os funcionários podem oferecer também chá, bebidas e até sobremesas de graça ao consumidor

Foto: Reprodução/Brightside

5. Jantar na Coreia significa receber um grande número de pratos, mesmo que você tenha pedido apenas uma opção do menu.

Foto: Reprodução/Brightside

6. Os presentes da festa de inauguração da casa nova sempre são os mesmos e cada um deles tem um sentido especial.
Por exemplo, o sabão em pó é uma alusão à espuma na água — espera-se que sua renda sempre cresça, como a própria espuma. Já o papel higiênico expressa o desejo de que todos os problemas de sua vida se resolvam com a mesma facilidade de se desenrolar um rolo desse produto.


Foto: Reprodução/Brightside

7. Minicarros elétricos são provavelmente tão comuns na Coréia do Sul quanto motocicletas no Brasil.

Foto: Reprodução/Brightside

8. Em um país onde o trabalho duro é muito valorizado, acaba sendo necessário economizar tempo e cuidar da beleza enquanto você realiza outras atividades.

Foto: Reprodução/Brightside

9. Nas estações de metrô há pequenas bibliotecas. Nelas é possível se registrar com sua identidade e escolher um livro para ler durante o trajeto.


Foto: Reprodução/Brightside

10. Frequentemente, em Seul, é possível ver uma parte de um carro para fora das garagens.
Isso acontece porque como o país tem uma alta densidade populacional para um território pequeno, é necessário utilizar o máximo de espaço possível, reduzindo, por isso, a área das garagens.

Foto: Reprodução/Brightside

11. Vagas de estacionamento exclusivas para mulheres. Elas são mais iluminadas e dispõem de melhor vigilância. Tudo isso para garantir uma segurança a mais para as motoristas.

Foto: Reprodução/Brightside

12. Nos ônibus de Seul há compartimentos transparentes nos assentos para que você possa colocar seu celular e assistir a vídeos.


Foto: Reprodução/Brightside

13. Adesivos faciais contra espinhas e cravos para crianças pequenas — um achado um tanto estranho de um turista em um supermercado coreano.

Foto: Reprodução/Brightside

14. Lavanderia local pública. Moro na Coreia do Sul já há 10 anos e pela primeira vez vejo uma dessas. Esta tem um horário de funcionamento específico. O que mais me impressionou foram os blocos de concreto embutido com ranhuras, que exercem a função das antigas tábuas de lavar roupa.

Foto: Reprodução/Brightside

15. Máscara facial coreana cujo objetivo é deixar o rosto “apresentável” após o consumo de bebidas alcoólicas.


Foto: Reprodução/Brightside

16. Os sul-coreanos amam se alongar e podem parar para fazer isso em qualquer lugar: no escritório, na parada de ônibus e até dentro do avião.
Literalmente em qualquer lugar no qual tenham de permanecer por muito tempo sentados, pois acreditam que é necessário fazer com que o sangue circule pelo corpo. Eles também adoram massagem e procuram se massagear como podem. É comum encontrar pessoas se massageando em troncos de árvores na rua.

Foto: Reprodução/Brightside

17. Eles amam relaxar os pés, nos parques é comum ver caminhos especiais de pedra, pelos quais os coreanos andam descalços para relaxar e eliminar o cansaço. Claro, é um procedimento doloroso, mas muito divertido.

Foto: Reprodução/Brightside

18. Um recipiente grátis para guardar seu chocolate Twix, caso você tenha aberto a embalagem, mas não tenha comido ambas as barras do chocolate.


Foto: Reprodução/Brightside

19. Ter uma casa é uma condição obrigatória para poder se casar. No entanto, imóveis são muito caros e muitas vezes um casal jovem não tem condições de comprá-los. Por isso, muitos acabam optando por viver sozinhos.

Foto: Reprodução/Brightside

20. Nesse país, saber os hobbies do chefe é muito importante para os funcionários. Frequentemente ele convida toda a equipe para se divertirem juntos no final de semana.
E para negar o convite, é preciso explicar detalhadamente que planos você já tem, a que horas e com quem, como se o chefe fosse um investigador.

Foto: Reprodução/Brightside

21. O pagamento do estacionamento em locais públicos é feito na base da confiança: basta colocar uma moeda no local indicado para cada 30 minutos que for usar a vaga.
Não há qualquer controle eletrônico, fiscais, talões — apenas honestidade e confiança mútua na manutenção da ordem na cidade.


Foto: Reprodução/Brightside

22. As mulheres costumam cobrir a boca quando riem.
No passado, as meninas eram ensinadas que rir não era um gesto muito feminino. Assim, quando algo engraçado acontecia, elas se afastavam imediatamente ou cobriam seu riso (tradição que acabou se mantendo até os dias de hoje). Por isso, caso você encontre uma sul-coreana escondendo a boca, ela muito provavelmente está rindo, e não entediada escondendo um bocejo.

Foto: Reprodução/Brightside

23. As sul-coreanas apreciam 2 tipos de silhueta: em forma de V e de S.
A silhueta “V” se refere a linha que vai do queixo às mandíbulas. Isso é considerado padrão de beleza tanto para homens como para mulheres, pois torna o visual mais elegante. Já a silhueta em “S” se refere aos contornos harmoniosos da figura feminina. Caso um sul-coreano elogie suas lindas silhuetas “V” e “S”, significa que você tem queixo e corpo bonitos.

Foto: Reprodução/Brightside

24. Todos os motoristas têm de fazer o teste do bafômetro.
Durante a noite, com mais frequência nas sextas-feiras e nos sábados, policiais sul-coreanos costumam bloquear uma faixa da rua para verificar o nível alcoólico dos motoristas de carros, caminhões e motocicletas — todos, na verdade, com exceção dos taxistas. Ao ver a blitz, o motorista tem a obrigação de parar, abrir a janela do veículo e soprar no bafômetro, procedimentos similares aos efetuados durante as fiscalizações da Lei Seca no Brasil.


Foto: Reprodução/Brightside

25. O ano letivo começa em março e os estudantes universitários brigam para conseguir vagas em algumas matérias.
Antes do início das aulas, os estudantes universitários passam por um treinamento especial. Durante 2 dias, os calouros aprendem a história da instituição e conhecem uns aos outros. Mas, segundo os estudantes, isso é apenas uma história de fachada: nesses treinamentos os estudantes veteranos, na verdade, festejam com os calouros, ensinando-os a se divertir sem comprometer os estudos.

Foto: Reprodução/Brightside

26. Além das bonecas Barbie, no país são vendidos bonecos e bonecas de ícones do K-pop.
Os cantores de K-pop são tão famosos no país que é possível até encontrar bonecos deles em lojas de brinquedos. Na foto acima, por exemplo, são bonecos da boy band mundialmente famosa BTS.

Foto: Reprodução/Brightside

27. As sul-coreanas costumam colocar um lençol sobre o colo ao se sentar.
Muitas sul-coreanas cobrem o colo com um cobertor quando se sentam, mesmo se estiver fazendo calor no ambiente em que se encontram. E não só as pessoas mais simples mantêm esse costume, mas também ídolos do K-pop e estrelas da mídia durante suas atividades em lugares públicos. Isso é feito para evitar situações constrangedoras quando se está usando minissaias e também como um sinal de respeito ao próprio espaço pessoal, uma vez que o lençol é considerado um símbolo de extrema privacidade. Assim, quando um homem cobre com um cobertor ou uma jaqueta o colo de sua dama, é considerado um gesto de cavalheirismo no país.

Foto: Reprodução/Brightside

Loading...

Avatar

Artigo escrito por Alex Valadares, engenheiro eletricista por formação e grande admirador do mundo da arquitetura e curiosidades do mundo. Fundador, produtor, editor e roteirista do site X4T e página Portal na rede.

22 pessoas que definitivamente não esperavam nada de bom, mas ganharam na “loteria da sorte”

22 vezes que objetos perdidos reapareceram de formas inesperadas