in ,

Estas 18 peculiaridades da Holanda deixam os estrangeiros confusos

A Holanda é um país no noroeste da Europa conhecido por suas paisagens planas, com canais, campos de tulipas, moinhos de vento e rotas de ciclismo. Sua capital, Amsterdã, abriga o Rijksmuseum, o Museu de Van Gogh, a cidade preserva mansões à beira dos canais e uma valiosa coleção de obras de artistas como Rembrandt e Vermeer, da “Era de Ouro” da cidade, no século XVII.Ela faz parte, dos Países Baixos são um país de baixa altitude, com cerca de 27% de sua área e 60% de sua população situados abaixo do nível do mar, pois parte de seu território foi obtida através da recuperação e preservação de terras através de um elaborado sistema de diques.
Se você estiver indo conhecer a Holanda pela primeira vez, pode acabar tendo uma certa dificuldade de encontrar açúcar ou água nos mercados. Felizmente, em quase todos os locais se fala bem o inglês e irão ajudá-lo em qualquer situação. Não se assuste se pessoas desconhecidas o cumprimentarem pela manhã no ponto de ônibus ou se vizinhos que você está vendo pela primeira vez façam elogios à sua aparência, mesmo que tenha saído de casa apenas para jogar o lixo fora. Pensando nisso, nossa equipe de redação selecionou uma lista que contém algumas peculiaridades estranhas da Holanda que deixam alguns visitantes confusos.

1. Livro em vez de bilhete de trem.
Durante o Dia Nacional do Livro, que é patrocinado também pelas empresas ferroviárias, todas as pessoas que apresentam um livro na entrada não precisam pagar pelo bilhete de trem.


Foto: Reprodução/flickr

2. Polícia que ensina a ter mais cuidado.
A polícia holandesa é muito prestativa e gentil. Os oficiais podem brincar de jogar bolas de neve com seus filhos, ajudar as pessoas a consertarem a bicicleta, guiar turistas e até ensinar a trancar o carro.
Como as pessoas de uma pequena cidade holandesa me disseram, elas e seus vizinhos não estão acostumados a trancar seus carros. A polícia local, às vezes, verifica se os veículos estão trancados e, se acha algum aberto, pode deixar um bilhete no banco de trás dizendo para que o dono não esqueça da próxima vez.


Foto: Reprodução/flickr

3. Ambulâncias para focas.
Aqui há ambulância para focas, onde elas não apenas são tratadas, mas também recebem apoio psicológico antes de serem liberadas novamente na natureza. Nas escolas as crianças aprendem o que fazer caso encontrem algum animal machucado na praia. Elas só precisam ligar para o serviço especial de resgate, e os veterinários chegarão rapidamente para acudir o animal ferido e levá-lo para o centro de reabilitação.


Foto: Reprodução/flickr

4. Suas janelas podem ser limpas por funcionários públicos.
Os holandeses não estão habituados a usar cortinas nas janelas, especialmente nas salas, que é o “coração” da casa. Os locais acreditam que não têm nada a esconder dos outros. Mas quando passei uma noite na casa de amigos, fiquei assustado quando vi pessoas limpando as janelas de manhã. Elas estavam em andaimes com capacetes e lavando a nossa janela, que ficava no 6º andar. Meus amigos depois explicaram que são funcionários públicos que prestam assistência àquela região específica. E limpam os vidros dos prédios cerca de uma vez por mês.


Foto: Reprodução/flickr

5. Objetos estranhos nos apartamentos.
Por alguma razão, muitas vezes é possível encontrar nos banheiros de apartamentos (não na cozinha) estas caixas vermelhas presas na parede. Elas contêm panos especiais para apagar pequenas áreas que tenham pegado fogo.


Foto: Reprodução/flickr

6. Banheiros públicos para cachorros.
Em alguns lugares na Holanda há áreas designadas para os cachorros fazerem suas necessidades. Ao lado de tais locais há também uma urna e sacos plásticos para os donos limparem imediatamente a região. Se o seu cachorro decidir “ir ao banheiro” fora dessas áreas, você poderá ser multado pelas autoridades em algumas dezenas de euros. Não tenha dúvida: seus vizinhos não pensarão duas vezes antes de ligarem para a polícia nem terão preguiça de tirar fotos suas e de seu cão no momento do “crime”.


Foto: Reprodução/flickr

7. Exame de natação para todas as crianças.
Devido ao grande número de rios e canais e à possibilidade de inundação, praticamente todos os cidadãos holandeses devem saber nadar. Aos 5 anos de idade, as crianças precisam passar por uma avaliação de natação, na qual devem poder nadar pelo menos 100 m, inclusive de roupas, assim como mergulhar alguns metros debaixo de água. Os pequenos devem obter um certificado especial de natação, sem o qual não serão aceitos na escola.


Foto: Reprodução/flickr

8. Responsabilidade ecológica.
Todos os ônibus na Holanda utilizam eletricidade de geradores eólicos desde 2017, tornando esse transporte público do país um dos mais ecológicos do mundo.
Até 2030, o governo holandês planeja proibir a venda de carros a gasolina ou diesel, para que as pessoas usem principalmente veículos elétricos.


Foto: Reprodução/flickr

9. Corvos em vez de garis.
Na Holanda, cerca de 6 bilhões de bitucas de cigarro são jogadas nas ruas todos os anos. Como resultado, uma empresa local decidiu treinar corvos para recolher os restos de cigarro em urnas especiais, em troca de comida.


Foto: Reprodução/flickr

10. Humor dos funcionários de trânsito.
Como alguns motoristas locais me contaram, os funcionários rodoviários holandeses desenvolveram uma forma interessante de controlar a velocidade nas vias. Um sistema especial registra quando um carro entra na rodovia e a que horas ele sai. Assim, a média de velocidade é calculada e, se esta for maior que a permitida, o condutor receberá uma multa depois.
Além disso, se obras estiverem sendo realizadas na estrada principal e for necessário dirigir pela rota de desvio, é possível ver estas placas com “carinhas” (na foto) a cada 2-3 quilômetros. Quanto mais perto estiver do fim da rota, maiores serão os sorrisos.


Foto: Reprodução/flickr

11. Direção segura.
Em estacionamentos, especialmente na saída de shoppings ou em locais de entretenimento, são encontrados estes dispositivos, que servem para medir a quantidade de álcool no sangue e, assim, evitar que a pessoa dirija se estiver alcoolizada.


Foto: Reprodução/flickr

12. Banheiros pagos até mesmo nas boates.
Os banheiros são pagos em quase todos os lugares, incluindo shoppings, boates noturnas e alguns bares. E depois de usar o banheiro em algum posto de gasolina, você pode receber este cupom de desconto para comprar algum produto para o seu carro, proporcional ao custo da visita ao toalete (normalmente 50 centavos de euro).

Foto: Reprodução/flickr

No entanto, tais banheiros abertos para homens podem ser encontrados nas ruas de qualquer grande cidade.

Foto: Reprodução/flickr

13. O triplo “X” não é o que muitas pessoas pensam.
Três “X” aparecem no brasão de Amsterdã, mas eles não têm nada a ver com os filmes adultos. Muitos turistas pensam nisso quando visitam o “Distrito da Luz Vermelha” na capital e avistam os três “X” em diferentes prédios residenciais e lojas. Na verdade, são as três cruzes de Santo André, que denotam as três virtudes da cidade: coragem, firmeza e compaixão.


Foto: Reprodução/flickr

14. A cor nacional laranja.
Apesar de a bandeira do país ser constituída pelas cores vermelha, branca e azul, a cor nacional é a laranja, que é o símbolo da monarquia do país. No aniversário do rei, em 27 de abril, os holandeses saem às ruas vestidos de laranja para se divertirem.


Foto: Reprodução/flickr

15. Maratona de patinação no gelo pelos rios e canais.
Quando todos os canais e rios congelam, uma comissão local especial de cada cidade mede a espessura do gelo e permite oficialmente que os residentes patinem. E já há mais de 100 anos é realizada uma ultramaratona de patinação no gelo, com cerca de 200 km de distância, passando pelos rios, canais e lagos de 11 cidades.


Foto: Reprodução/flickr

16. Tradições escolares.
Atualmente, existe uma tradição bastante nova e um pouco “incomum” na Holanda. Uma mochila de estudante é pendurada em um mastro de bandeira na janela como forma de desejar sorte aos estudantes nas provas e celebrar o começo das férias escolares.


Foto: Reprodução/flickr

17. Comunicação por meio de moinhos.
Durante uma excursão, um inspetor de um antigo moinho me disse que antes o dono do lugar podia se comunicar com sua família sobre qualquer coisa — casamento, morte, nascimento — sem sair do trabalho. Bastava ajeitar as hélices do moinho de tal forma que mensagens podiam ser propagadas aos amigos e parentes.


Foto: Reprodução/flickr

18. Sobre a dificuldade de encontrar açúcar no mercado.
Passei uma hora tentando encontrar o açúcar em um mercado comum holandês, mas até hoje não entendo por que ele é embalado dessa forma, como se fosse leite ou algum suco. Aliás, a água também é vendida em embalagens de papel, pois são mais ecológicas que as opções de plástico.


Foto: Reprodução/flickr

Loading...

Avatar

Artigo escrito por Alex Valadares, engenheiro eletricista por formação e grande admirador do mundo da arquitetura e curiosidades do mundo. Fundador, produtor, editor e roteirista do site X4T e página Portal na rede.

As mais curiosas e admiráveis fronteiras internacionais ao redor do mundo

31 fotos mostrando que é possível criar coisas legais apenas reciclando objetos antigos