in ,

O termômetro parou de funcionar quando atingiu -62 °C em uma das cidades mais frias do mundo

Oymyakon, na Rússia tem uma população de aproximadamente 500 habitantes é um dos lugares mais frios do mundo e a menor temperatura já registrada na cidadezinha foi de Gélidos -67,7 °C, em 1933. No período de janeiro desse ano, o frio extremo surpreendeu Yakutsk uma cidade vizinha de Oymyakon, quando as temperaturas despencaram e atingiram -62°C, fazendo até mesmo parar de funcionar o termômetro eletrônico instalado como atração turística.
Nessas duas regiões as queimaduras por frio são uma ameaça constante para as pessoas que vivem ali. Ao terminar o inverno, as temperaturas chegam a até 20°C durante os meses de junho e julho. O aumento das temperaturas no verão, derretem o solo congelado, por isso as casas precisam ser construídas em concreto e palafitas de aço, perfuradas bem profundamente para evitar que as fundações se movam. Os habitantes já estão os habitantes já estão acostumados com os grandes desafios que é viver nesse tipo de região.
O portal The Siberian Times mostrou algumas fotos de como é o frio extremo nessas duas cidades, a equipe do nosso site X4T, fez uma lista com as melhores imagens que descrevem e representam a beleza desse lugar extremo.

1.

Foto: Reprodução/Siberian Times

2.

Foto: Reprodução/Siberian Times

3.

Foto: Reprodução/Siberian Times

4.

Foto: Reprodução/Siberian Times

5.

Foto: Reprodução/Siberian Times

6.

Foto: Reprodução/Siberian Times

7.

Foto: Reprodução/Siberian Times

8.

Foto: Reprodução/Siberian Times

9.

Foto: Reprodução/Siberian Times

10.

Foto: Reprodução/Siberian Times

11.

Foto: Reprodução/Siberian Times

12.

Foto: Reprodução/Siberian Times

13.

Foto: Reprodução/Siberian Times

14.

Foto: Reprodução/Siberian Times

15.

Foto: Reprodução/Siberian Times

16.

Foto: Reprodução/Siberian Times

17.

Foto: Reprodução/Siberian Times

18.

Foto: Reprodução/Siberian Times

19.

Foto: Reprodução/Siberian Times

20.

Foto: Reprodução/Siberian Times

21.

Foto: Reprodução/Siberian Times

22.

Foto: Reprodução/Siberian Times

23.

Foto: Reprodução/Siberian Times

24.

Foto: Reprodução/Siberian Times

25.

Foto: Reprodução/Siberian Times

26.

Foto: Reprodução/Instagram @ANASTASIAGAV

27. O registro fotográfico de Anastasia Gruzdeva, 25 anos, no inverno profundo na cidade de Yakutsk com cílios congelados e no verão, coberta de mosquitos.

Foto: Reprodução/Instagram @ANASTASIAGAV

Loading...

Avatar

Artigo escrito por Alex Valadares, engenheiro eletricista por formação e grande admirador do mundo da arquitetura e curiosidades do mundo. Fundador, produtor, editor e roteirista do site X4T e página Portal na rede.

27 fotos aparentemente comuns que foram melhoradas devido a alguns detalhes

17 quadrinhos bem-humorados e sinceros sobre os desafios da maternidade