in ,

Tubarão com cerca de 512 anos é encontrado nas águas do oceano ártico

A alguns meses atrás um grupo de cientistas descobriu um antigo tubarão no oceano Atlântico Norte. Embora soubessem que o animal tinha atingido uma idade avançada, não perceberam até recentemente que o tubarão tem cerca de 512 anos de idade, é realmente impressionante imaginar que tenha alguns animais que conseguem ter uma vida especialmente longa.
Mesmo que mais de meio milênio pareça muito tempo, os tubarões da Groenlândia vivem mais que os outros animais, uma vez que são uma espécie de crescimento muito lento. Estes tubarões geralmente atingem uma idade madura aos 150 anos. Então, esta nova descoberta definitivamente bate um recorde.


Foto: Reprodução/Animal Channel


Foto: Reprodução/Animal Channel

“Esta criatura é extraordinária e deve ser considerada entre os animais mais antigos do mundo”, disse o biólogo marinho, Julius Nielsen. A pesquisa sugere que os tubarões da Groenlândia podem viver muito mais do que os professores e cientistas inicialmente pensavam.


Foto: Reprodução/Animal Channel

Os tubarões em questão tendem a viver centenas de anos e, geralmente, não ficam no mesmo lugar para sempre. Pesquisadores usaram datação por radiocarbono para determinar as idades de várias desses animais, e estimaram que uma fêmea tivesse cerca de 400 anos e o mais velho deles alcançou 512 anos.


Foto: Reprodução/Animal Channel

A equipe descobriu que esses tubarões crescem apenas 1 cm por ano, e alcançam a maturidade sexual aos 150 anos. A pesquisa foi publicada na revista científica Science.


Foto: Reprodução/Animal Channel

O principal autor, Julius Nielsen, biólogo marinho na Universidade de Copenhague, afirmou: “Sabíamos que estávamos lidando com um animal incomum, mas acho que todos na equipe ficaram muito surpresos de saber que são tão velhos.”


Foto: Reprodução/Animal Channel

Tubarões de todo o mundo foram estudados
Os resultados genéticos eram semelhantes, sugerindo que todos eles se originaram de um lugar e depois migraram. A reprodução dos tubarões da Groenlândia ainda é um mistério, embora os cientistas saibam que a água fria do Ártico é o seu lugar preferido.


Foto: Reprodução/Animal Channel

Em pesquisas adicionais, os cientistas agora querem descobrir por que o tubarão da Groenlândia vive muito mais do que outros vertebrados.


Foto: Reprodução/Animal Channel

Quando o pesquisador, Steven Campana, foi perguntado sobre como este tubarão pode atingir uma idade de mais de 500 anos, ele referiu que a água fria combinada com um metabolismo lento seria responsável. No entanto, Campana também admite que são necessárias mais pesquisas e que essa explicação é apenas uma teoria.


Foto: Reprodução/Animal Channel

“A resposta provavelmente tem a ver com um metabolismo muito lento e as águas frias que eles habitam. Eu sou apenas o mensageiro sobre isso. Eu não tenho uma certeza absoluta para essa característica impressionante.”


Foto: Reprodução/Animal Channel


Foto: Reprodução/Animal Channel

Loading...

Avatar

Artigo escrito por Alex Valadares, engenheiro eletricista por formação e grande admirador do mundo da arquitetura e curiosidades do mundo. Fundador, produtor, editor e roteirista do site X4T e página Portal na rede.

27 criações de designers que falharam da forma mais hilária seus trabalhos

Fatos que mudarão a sua visão em relação ao Universo