in

10 segredos das salas de cinema que só quem trabalha lá conhece, mas o público não

Por definição cinema pode ser entendido como sendo o registro e a exibição de imagens em movimento na tela, ligados com a arte da cinematografia que têm o intuito de produzir filmes contando histórias, para as quais se usam atores que interpretam personagens diferentes com ações que são gravadas por câmeras.
De um modo geral, assistir a um filme em uma tela grande é muito mais legal do que em casa, e essa é uma das razões dos cinemas fazerem tanto sucesso. Mas esses lugares escondem muitas coisas, e uma pequena parcela de funcionários decidiram revelar alguns desses segredos. Confira abaixo uma lista de segredos revelados por eles!

1. A maior parte da receita por sessão não vem da venda de ingressos.
Pode parecer estranho, mas os cinemas ganham mais dinheiro com pipoca e refrigerantes do que com ingressos. Nos primeiros dois meses da projeção de um filme, eles devem entregar a maior parte do lucro aos estúdios cinematográficos, e só depois disso o dinheiro recebido pelos ingressos vai exclusivamente para a caixa do cinema. Por essa razão, alguns filmes são exibidos até seis meses após sua estreia.


Foto: Reprodução/Brightside

2. A pirataria é muito comum.
Sim, a pirataria é uma coisa ruim, mas algumas pessoas continuam indo às premières dos filmes apenas para gravá-las. Os funcionários dos cinemas lutam com isso e expulsam os infratores.
Nos Estados Unidos, por exemplo, isso é incentivado pela academia de cinema. Os funcionários das salas que impedem uma tentativa de gravar um filme até recebem um prêmio de 500 dólares. Uma excelente maneira de aumentar o salário.


Foto: Reprodução/Brightside

3. Espectadores mais jovens entram para ver filmes classificados como sendo para maiores.
Muitos cinemas tentam lutar contra isso, mas ainda assim esses casos acontecem regularmente.
O principal truque que ajuda a evitar a proibição é comprar o ingresso no horário do início de dois filmes, sendo um sem limite de idade do espectador. Os funcionários dos cinemas nem sempre verificam a qual sessão cada pessoa irá após passar pelo controle de tickets.


Foto: Reprodução/Brightside

4. A audiência chora, grita e sai correndo do cinema.
Qual foi a sua reação emocional mais forte e estranha ao assistir a um filme? Talvez você tenha chorado porque foi tocado por um momento delicado, ou desviou o olhar da tela quando algo especialmente terrível ou repulsivo aconteceu?
Nos cinemas, também acontece que muitas pessoas não podem conter suas emoções, e isso é normal. Por exemplo, o filme sobre canibais “Grave” foi demais para dois espectadores do Festival de Toronto, em 2016. Essas pessoas desmaiaram, e uma delas levou um forte golpe ao cair no chão.


Foto: Reprodução/Brightside

5. Entrar com comida não é permitido, mas alguns espectadores são muito engenhosos.
Você pode não gostar de pipoca e tudo que é oferecido ao público em um cinema, mas a entrada dos seus próprios alimentos é estritamente proibida.
E, ainda assim, muitas pessoas tentam quebrar essa regra. Na experiência de cada funcionário de cinema há mais de um caso assim. Às vezes, essas tentativas são registradas pela lente de uma câmera, como, por exemplo, isso: um casal colocou os produtos em um bebê-conforto e entrou na sala dessa maneira. A garota na foto acima simplesmente pôs um pouco de macarrão em sacos e levou-o em sua bolsa.


Foto: Reprodução/Brightside

6. Muitos evitam o 3D e fazem bem.
A popularidade dos filmes 3D está em constante declínio, e não é só porque os ingressos saem mais caro e os óculos às vezes estão riscados.
Há mais um motivo pelo qual os espectadores preferem o 2D. Quando você coloca os óculos, seus olhos enviam sinais para o cérebro de que você está se movendo, porque parece estar dentro do filme, e isso faz com que o analisador visual fique confuso. Seu ouvido interno (responsável pelo equilíbrio), por outro lado, envia um sinal de que você ainda está quieto, porque está realmente sentado. É isso que causa o desconforto físico que muitos sentem quando assistem a um filme 3D.


Foto: Reprodução/Brightside

7. Se houver um problema com a imagem na tela, o funcionário na cabine de projeção não poderá ajudar.
Embora o projetor de cinema precise ser reprogramado durante o dia, não há nenhum funcionário ao lado do aparelho durante a exibição do filme. Os dispositivos digitais funcionam perfeitamente bem sozinhos e, atualmente, as exibições de filmes são muito mais automatizadas do que no século passado, quando havia projetores de películas.
Assim, é importante levar em consideração que, se durante a sessão houver um problema (a imagem estiver borrada, tiver acelerado um pouco, etc.), você terá que se levantar e abordar os funcionários que estão fora da sala. É inútil tentar pedir a alguém ao lado do projetor para fazer algo, pela simples razão de que não há ninguém ali.


Foto: Reprodução/Brightside

8. Há mais lixo nas salas nas noites dos fins de semana.
O intervalo curto entre duas sessões não permite que os funcionários das salas de cinema façam uma limpeza completa, motivo por que o chão embaixo dos pés pode ficar pegajoso e no assento você pode encontrar chicletes, colocados lá por algum espectador anterior.
Se você gosta de limpeza, vá para as sessões da manhã e evite as noites de sexta e sábado, quando mais pessoas decidem assistir às estreias em uma tela grande.


Foto: Reprodução/Brightside

9. As brigas nos cinemas acontecem com bastante frequência.
Um conflito pode irromper em qualquer lugar, e os cinemas não são exceção. Parece que não há nada para discutir lá, você não lutaria corpo a corpo para defender sua opinião sobre um filme e, ainda assim, os motivos aparecem. Um ocupou o lugar de estacionamento do outro, alguém fala ao telefone quando a sessão já começou e outro simplesmente faz muito barulho ao mastigar. Na rede existem muitos vídeos com esses tipos de brigas.


Foto: Reprodução/Brightside

10. Eles o observam e, se você estiver sentado nos “assentos do beijo”, fazem isso com mais atenção.
No cinema, há câmeras que vigiam a audiência. Isso é feito não apenas por razões de segurança, mas também para evitar brigas ou tentativas de gravar filmes ilegalmente. E, graças a eles, os funcionários dos cinemas conseguem encontrar e retirar do ambiente os casais que vão longe demais nos “assentos do beijo”. Então, se da próxima vez você decidir assistir a um filme na última fileira do cinema, prepare-se para receber mais atenção.


Foto: Reprodução/Brightside

Artigo escrito por Alex Valadares, engenheiro eletricista por formação e grande admirador do mundo da arquitetura e curiosidades do mundo. Fundador, produtor, editor e roteirista do site X4T e página Portal na rede.

17 vezes que as pessoas parecem ter saído de um livro de ficção científica

20 imagens que revelam as dificuldades diárias vividas por pessoas altas